quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Falando sobre o Coletor Menstrual Korui

Oiê!
No mês passado eu fiz um post falando sobre menstruação e comecei a falar sobre coletores menstruais. Hoje vim te contar a minha experiência com o coletor da Korui e responder algumas dúvidas e inseguranças que eu tinha.

Primeiro vamos falar sobre o coletor. Fiquei bem confusa para escolher até que comecei a assistir vídeos. Me deixou preocupada o fato de que eu só achava vídeos falando bem dos coletores, então busquei vídeos de pessoas que não se adaptaram. Nesse momento eu comecei a entender como o coletor iria funcionar. O Korui apareceu na minha “frente” depois que eu assisti o vídeo de uma youtuber que não tinha se adaptado ao coletor anterior e que os problemas dela tinham se resolvido, ela contou que o Korui tinha a opção leve que era indicada para quem tem colo mais baixo. Comecei a me sentir mais segura com ele. Busquei outros vídeos sobre o Korui e cada vez mais eu me encantava por ele, no final efetuei a compra após fazer esse teste (Super recomedo). Paguei uns R$82,00 + frente (aqui) e chegou na data prevista e assim que veio meu ciclo eu comecei a usar.
Uma das coisas legal do Korui é que você pode escolher a cor e eu escolhi o laranja, obviamente. O coletor vem em uma caixinha, com um manual, o coletor e um saquinho de algodão para armazenar. Ante de usar, coloquei o coletor em uma vasilha de vidro (que uso só para isso) com água e coloquei no microondas por 5 minutos, tire com cuidado e deixe secar e esfriar – muito fácil, não precisa comprar panelinha nem nada. Outra coisa que eu fiz foi lavar a bolsinha, assim eu garanti que estava tudo bem limpinho. Repito o processo do microondas todo final e começo de ciclo, não tem segredo!
O coletor não grande, ele tem 4,1cm de diâmetro na borda, 4,7cm de altura mais 2,3cm de haste (total de 7cm), porém dá para cortar a haste tranquilamente. Eu tive que cortar 1cm mais ou menos. O volume total do tamanho leve é de 25mL. O Korui é feito de silicone medicinal e não é muito molenga e nem muito duro, bom para quem pratica esportes e tem a musculatura pélvica um pouco mais fortalecida.
Por causa da pílula eu sei exatamente quando minha menstruação começa, por isso na noite anterior eu já coloquei o coletor e foi fácil, muito mais fácil do que eu esperava. Atribuo essa facilidade pelo fato de conhecer o meu corpo e por ter lido tudo o que eu podia sobre a anatomia pélvica e as dicas de outras pessoas. O segredo de ouro é: Na hora de inserir, faça o movimento em direção à suas costas e não para cima, desse jeito o coletor segue a curva natural do canal vaginal. Quanto as dobras, treinei algumas e resolvi ficar com a mais simples, a Punchdown, onde você simplesmente empurra um dos lados da borda para dentro do copinho. Outra dica boa é tentar não inventar muito nas dobras para facilitar na hora do coletor abrir.
Acima a dobra Punchdown e em baixo a comparação abertura do coletor quando dobrado.
Já estou usando o coletor há dois ciclos e tem sido ótimo. Limpo o coletor pela manhã e me planejo para dar as 12h mais ou menos na hora do banho, lá eu tiro, lavo com sabonete de glicerina neutro, me lavo e recoloco. A cada dia eu vou ficando mais rápida! Até o momento, no segundo dia de fluxo em 12h não encheu nem a metade do copinho. Isso era uma coisa que eu já tinha certeza e agora comprovei, meu fluxo é bem leve!

E agora, as dúvidas que eu tive!

O coletor é muito grande, vai ser difícil colocar e imagina tirar...Essas dobras são enormes...Certeza de que vou sentir o copinho...

O coletor aberto é grande, mas não podemos esquecer que o canal vaginal é um musculo e que ele consegue aumentar muito mais do que o coletor. Por ele passam bebês! As dobras parecem grande mesmo, mas na hora de inserir o silicone desliza muito fácil pelo canal, principalmente se você molhar o coletor. Depois que você coloca no lugar certo, ele vai abrir (eu não consigo ouvir o vácuo, mas tem gente que ouve o “ploc”) e mal dá para sentir o coletor. Só não falo que nunca dá para sentir porque depois de correr ou fazer aula de jump eu sinto que ele dá uma descidinha, nada que uma conferida no banheiro não resolva.

Ele vaza? Tem muito sangue na história? E o cheiro?

Olha, se você não gosta de sangue você não vai gostar de tirar um copinho de sangue. Até agora não tive problema de vazamento, só percebo que depois das trocas você pode ver um pouco de sangue no papel depois do xixi, é que enquanto você troca, um pouco de sangue escorre para o canal. Você só vai sentir cheiro se meter o nariz no coletor e o único cheiro que você vai sentir é de sangue.

Como sei que ele está no lugar? E se ele pegou vácuo?
Você sabe que tá no lugar quando você não sente incomodo (e porque não vaza). Para verificar se pegou vácuo, é só passar o dedo na borda do coletor. Só que isso não é tão simples assim e eu não consegui...Você pode tentar dar uma puxadinha na haste e ver se ele está bem preso. Comigo, quando não pega vácuo dali uns minutinhos eu sinto uma sucção no ventre e ai sei que a musculatura ajudou a encaixar o coletor – essa hora é bem bizarra!

Pra tirar é muito ruim?

A haste não serve para tirar, mas gosto dela para usar como guia. Insiro meu dedo até encontrar a haste e ai coloco o dedão com o indicador na base do coletor, aperto e puxo delicadamente. Vem muito fácil! As ranhuras na base do coletor são essenciais para ajudar a fixar as pontas dos dedos.
Dica importante: Não consigo deixar minhas unhas muito compridas porque nesse processo acabo me beliscando toda. Unhas curtas facilitam a inserção e a retirada e é mais higiênico.

Bom, essas foram as principais dúvidas que eu lembrei. Se você tem mais alguma, põe lá nos comentários.

Você já é adepta ao coletor menstrual?

Até mais!

2 comentários:

  1. Que bom Mah que você já se acostumou com o seu! Eu uso há uns 3 anos, e demorei uns bons meses pra me entender com o meu rs
    A haste foi uma briga a parte. Ela me incomodava, mas eu tinha medo de "perder" ele no começo (besteira de principiante, mas na época tinha pouca gente usando e pouca informação na internet) e demorei uns meses pra cortar. Hoje percebo que ela é totalmente desnecessária. Só com uma "forcinha" interna você consegue tirar ele. Só tem uma coisa que me incomoda, que é a cor :X Depois de um tempo de uso, o sangue acaba "manchando" o copinho. Não sei se aconteceu com o meu pq ele é transparente, mas já li outros casos na internet. É uma questão estética só, mas confesso que me incomoda um pouco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tha,
      primeiro: porque você não me falou do coletor antes?! Hahaha!
      Então, me acostumei bem de verdade, mas reparei que dependendo do ciclo eu sofro mais/menos para colocar. Eu estou querendo cortar mais o cabinho, as vezes tenho a sensação que o coletor dá uma descida, mas ainda vou deixar um pedacinho porque uso o cabinho de guia!
      Ainda não notei mudança de cor, mas como ele é laranja o sangue não deixar uma mancha muito perceptível. Já li em alguns sites que a duração do coletor seria de 3 anos - será que é por causa dessas manchas?

      Excluir

Marque suas fotos com #PerspectivaLaranja e apareça por aqui!