quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Crônicas de Uthred: Capítulo 2

Au!
Já se passaram dois meses que fui adotado por uma família humana e o que eu mais temia aconteceu, eles descobriram meu nome verdadeiro. Agora meu dono fica tirando uma com o meu focinho.
Nesse último mês eu cresci, agora alcanço novos lugares e descobri que posso brincar em todos eles. Às vezes meus donos brigam comigo por isso, mas eles não podem tirar minha liberdade de explorar cada canto da minha casa. Ainda não consegui entrar no santuário da comida, mas não vai demorar muito para conseguir enganá-los. Já sei que quando eles estão na cozinha e ouvem um barulho diferente, eles vêm correndo e às vezes deixam a porta aberta. Desse jeito, já invadi a cozinha umas três vezes, mas eles sempre voltam a tempo de me tirar de lá. Consegui fazer meus donos entenderem que eu preciso de mais tapetinhos para fazer minhas necessidades, agora tenho três lugares para escolher, ficou bem mais fácil!
A Mariana que fez esse almofadão para mim. Ele é bem confortável, perfeito para os meus cochilos!
Passeio todos os dias na rua, já cacei pombas e estou tentando fazer uns amigos, mas é difícil quando querem que eu fique dando voltas no quarteirão. Vamos ver, aqui na vizinhança tem uns seis cachorros, troquei uns latidos com a maioria deles, alguns são mais amigáveis do que outros, mas, ainda estamos nos conhecendo. Uma vez fui à um parque com a Mariana, seus primos e tios, nossa, eu corri muito muito muito! Foi um dos passeios mais divertidos que eu já fiz! Continuei indo na casa dos pais do meu dono, lá eu posso fazer quase tudo o que eu quero, tem umas plantinhas que eu adoro dar uma beliscada. Lá eles sempre brincam bastante comigo. Um dia percebi que meus donos me deixaram lá uma noite inteira, não sei como eles tiveram coragem...se bem que eu tive companhia e nem senti taaaanto a falta deles! Também conheci outra casa, dos pais da minha dona, mas não me deixaram explorar a casa. É claro que consegui dar uma escapadinha!
Alguém já experimentou a Dog Beer? O André comprou uma para mim, mas ainda não experimentei.
Perto de casa tem um lugar cheio de cachorros, fui lá algumas vezes e em duas me deram um banho. Eles me tratam como um rei, até deixo eles me pentearem! Gosto bastante de ir até lá, nem preciso entrar dentro do carro mau, vou com a Mariana a pé e só de chegar perto e sentir o cheiro quero entrar lá correndo. Da última vez, eu ganhei um biscoitinho bem gostoso.

Por falar em biscoitinho, a Mariana já fez dois tipos diferentes e eles estavam deliciosos. Também descobri que posso comer uma arvorezinha, que vocês chamam de brócolis, mas para mim é como se eu estivesse comendo uma árvore inteira!
Souum cachorro-carteiro muito fofo, não?!
A cada dia tenho mais energia e vontade de correr pela casa e fazer muita bagunça! Tem hora que a Mariana e o André ficam doidinhos perto de mim, mas depois eles sempre vêm fazer muito carinho. A cada dia estou mais feliz com meus donos!

Ah, se você achou que eu ia revelar meu nome verdadeiro, você está muito enganado. É secreto!
O Destino é tudo!

Auau!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque suas fotos com #PerspectivaLaranja e apareça por aqui!