terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Televisando: Downton Abbey

Oiê!
Estava meio desanimada com essa coluna. Nas últimas semanas eu só assisti novas temporadas que foram adicionadas no Netflix, nada novo. Até que eu percebi que eu nunca tinha falado sobre Downton Abbey! Esse mês o Netflix finalmente liberou a quarta e a quinta temporada e é lógico que eu fui correndo assistir. Mas ai percebi que eu já havia esquecido algumas coisas, por isso revi todos os episódios e comecei a assistir a última temporada no GNT. Tá tudo fresquinho na minha cabeça e estou muito empolgada em contar um pouco mais sobre essa série!
Sinopse:A britânica Downton Abbey se passa na Inglaterra do início do século XX.
A série é centrada nas alegrias e tristezas dos Crawley, uma família de aristocratas, e dos seus criados, e na relação entre eles. Boa parte da ação se passa na bela propriedade rural da família, conhecida como Downton Abbey.

A série teve seis temporadas e o último episódio foi exibido no natal de 2015. Cinco temporadas estão disponíveis do Netflix e a sexta está passando nos canais GNT e Globosat. A primeira temporada tem apenas sete episódios, a segunda ganhou mais um e as seguintes contam com nove episódios cada. A série é premiadíssima, são 3 Globo de Ouro, 11 Emmys e 3 BAFTAs na bagagem!
Confesso que demorei um pouco para me apegar à Downton Abbey, ao mesmo tempo, não consegui ver apenas um episódio e largar e quando percebi, já tinha assistido a primeira temporada inteira e me apegado. Espero que você não considere isso um spoiler, mas o final da primeira temporada deixa um gancho irresistível – o início na I Guerra Mundial!

Pera, deixa eu ir pro começo!

O primeiro episódio da série começa com o naufrágio do Titanic e o impacto que isso causa na família Crawley. Robert Crawley é o Conde de Grantham, ele e sua família vivem em Downton Abbey, cercados de criados e com todo luxo que um conde tem direito. O problema é que ele só teve filhas e nenhuma pode herdar o título e a propriedade, assim um primo de Robert seria seu herdeiro. E o que isso tem a ver com o Titanic? Tudo! O herdeiro morre no naufrágio. Com isso, a família teve que encontrar outro herdeiro e a série começa a se desenvolver. Falando assim parece meio superficial, mas ela é exatamente o contrário. A série começa em 1912 e termina na virada de 1925 para 1926, ou seja, são 13 anos entre a primeira e a última temporada, onde diversas mudanças sociais e comportamentais acontecem. É exatamente isso que me conquistou!

É interessante ver como a sociedade foi mudando ao longo dos anos e o pano de fundo é a História da Inglaterra e do mundo. A segunda temporada se passa durante a guerra e a partir da terceira as mudanças são bastante significativas. A família passa por grandes reviravoltas nesses anos e o quadro de criados muda bastante, assim como a postura e perspectivas deles. É muito legal o episódio em que o telefone foi instalado, ver a resistência da cozinheira em usar a geladeira e a batedeira e o estranhamento que foi a chegada do rádio. Downton Abbey é uma série que vai te conquistando aos poucos e vai te envolvendo até você virar fã!
Particularmente, as duas primeiras temporadas são as melhores. A terceira é legal, mas pode te revoltar (foi o meu caso). Durante a quarta temporada eu me recuperei, mas sem dúvidas que as primeiras são melhores. Ainda não terminei de assistir a sexta, estou bem ansiosa. Vi o quarto episódio no último sábado e é muito chato ter que esperar uma semana para assistir o próximo...fazer o que?!

Downton me conquistou e acho que eu conseguiria rever várias vezes cada episódio! Com certeza irei rever todos os episódios quando a sexta temporada chegar ao Netflix!

Você já assistiu Downton Abbey? O que acha da série?

Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque suas fotos com #PerspectivaLaranja e apareça por aqui!