quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Esmalte da Semana: Sapphire Siren (Maybelline)

Oiê!
Chegamos ao final de mais um ano e o ultimo post de 2015 é para mostrar o esmalte da semana, que não é o esmalte que vou usar na virada (em breve ele aparece por aqui!). Resolvi desenterrar meu primeiro esmalte Color Show, o Sapphire Siren. Comprei logo quando a Maybelline trouxe os esmaltes para o Brasil, nessa época eu ainda estava na fase louca por esmalte e pirei quando soube do lançamento. Não lembro o ano, mas desde então gostei muito da marca e virou uma das minhas favoritas. Continue lendo para ver como o Sapphire é lindo!
Acho que não preciso detalhar sobre a embalagem...os esmaltes da maybelline aparecem direto por aqui. Só para constar: O vidrinho é redondinho, a tampa de mesmo tamanho, vem com uma bolinha para não decantar e o pincel é achatadinho, perfeito para esmaltar mesmo em unhas pequenas (meu caso). Até hoje não tinhe nenhum problema com o esmalte da marca.
O Sapphire Siren é o típico azul caneta bic, talvez um pouco mais fechado. Temos várias opções dessa cor no mercado, mas até agora esse é o mais fácil de remover e limpar os cantinhos. A aplicação é muito fácil e quase não mancha na primeira camada, na segunda a cor fecha e fica linda. É um esmalte bem pigmentado, de secagem rápida e não me lembro de ver muitas bolinhas.
Como na maioria das vezes, passei duas camadas do Sapphire e finalizei com uma do top coat Color Show (Maybelline). A duração do esmalte é boa, lasquinhas e desgastes apareceram lá pelo quarto dia. Não tem jeito, essa é a duração média de esmaltes na minha unha.
No começo, achei que os esmalte da Maybelline eram um pouco caros, mas depois que apliquei e comprei outros, percebi que o custo-benefício vale. A linha tem cores lindas, algumas bem diferentes e nunca tive nada sério para reclamar. E adoro quando encontro os Color Show em promoção, sempre acabo levando alguns para aumentar a coleção!

Espero que 2015 tenha sido maravilhoso e desejo que 2016 venha com muita alegria, paz e amor para você, seus parentes e amigos! E gostaria que você continuasse comigo aqui no Perspectiva Laranja, pois suas visitas ajudaram muito no crescimento do blog!

Já decidiu qual é o esmalte da virada?

Até 2016!

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Tutorial de Ano Novo

Oiê!
Nem acredito que esse é ultimo tutorial do ano! Para atrair coisas boas e novas técnicas para 2016, me arrisquei com um cut crease. Sim, depois de várias tentativas ao longo dos anos, eu consegui! Tudo isso graças à um tutorial da Bruna Tavares (Pausa para Feminices). Depois de assistir o vídeo eu fiquei inspirada e me senti confiante para fazer o cut. O resultado ficou incrível, não imaginei que fosse dar tão certo. É uma maquiagem delicada, na qual foquei em tons neutros para realçar o toque dourado do delineado. É perfeita para entrar em 2016 com o “olho” direito! Tá esperando o que para conferir o passo-a-passo?!
 Usei os seguintes produtos para preparar a pele:
FitMe! Foundation, na cor 120 – Classic Ivory (Maybelline)
Corretivo de Alta Cobertura, cor 01 (Quem disse, Berenice?)
Anti-spot Compact Powder, cor 02 sand (Essence) – apenas nas olheiras
Natural Bronzer, na cor 021 Sun Light (Rimmel)
-  Dream Touch Blush, na cor 05 (Maybelline)
Para ampliar o tutorial, clique aqui.

Achei que o olho ficou bem leve, então não pensei duas vezes em escolher um batom bem forte e marcante. É claro que aproveitei para estrear o Veveli (Quem disse, Berenice?) que ganhei no natal.
Hora das fotos!


Essa é uma maquiagem que combina com várias ocasiões e tipos de festas. Para meninas de pele morena e negra, esse olho vai ficar maravilhoso! Na minha pele as cores ficam mais apagadinhas, mas não acho que fica feio, gosto de maquiagens que aparecem pouco mas destacam. O microporo foi essencial para conseguir fazer esse olho, além de facilitar o delineado tradicional, ele ajuda a definir o traço do cut crease e o encontro dos dois. Se você conseguir, é legal que os dois delineados não se encontrem, ou seja, que os puxadinhos fiquem em paralelo. Bom, não vou me cobrar de mais, já consegui fazer o cut crease e acho que é uma ótima maneira de terminar 2015!

O ano está quase acabando, mas ainda tem último esmalte da semana de 2015, então te espero aqui amanhã!

Te inspirei a arriscar uma nova técnica de maquiagem nesse finalzinho de 2015?

Até Mais!

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Vídeo: Melhores de 2015

Oiê!

Última terça de 2015, último vídeo do ano e para encerrar o ano da melhor maneira possível, selecionei meus cinco produtos favoritos (e os cinco pioresde 2015 . Não tem nenhuma surpresa, já falei bem deles várias vezes por aqui e todas as resenhas já estão postadas. Dá o play para saber quais são os produtinhos que me conquistaram!
E os melhores de 2015 são:
- Studio Fix Fluid, NC20 (M.A.C.)
- Corretivo de Alta Cobertura, 02 (Quem disse, Berenice?)
- Palette Onix 02 - Marrom Glacê (Toque de Natureza)
- Blush, Rose Éclat (Bourjois)
- Máscara Divina (Quem disse, Berenice?)
Como eu disse no vídeo, foi bem difícil escolher apenas cinco. Fiquei feliz que eu não me arrependi da maioria das minhas aquisições de 2015.


Espero que você tenha gostado do vídeo, não esqueça de dar um joinha e se inscrever no canal!

Ah, não deixe de passar aqui amanhã para conferir o tutorial de ano novo!

E antes de terminar o post, me conta, quais são seus produtos favoritos de 2015?

Até mais!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Resenha: Marrone (Quem disse, Berenice?)

Oiê!
Neste ano descobri um pequeno truque que facilitou muito meu esfumado. Não lembro ao certo como descobri, mas foi uma das compras mais acertadas do ano. Comprei uma sombra de transição e depois de pesquisar um pouco, escolhi a Marrone (Quem disse, Berenice?). Desde então eu não vivo mais sem ela! Se você ainda não sabe o que é uma sombra de transição e quer uma opção de bom custo-benefício, esse post é para você!
Segundo o site: “a gente tem 70 cores pra você deitar e rolar. a sombra é super levinha e tem uma ótima fixação. você ainda pode escolher entre diferentes efeitos: mate (dá aquele toque fosco e aveludado), acetinada (um brilho discreto, como cetim!) e glitter (pra quando você quer brilhar meeesmo!).
Uma sombra de transição tem como objetivo fazer um degrade suave entre a sombra e a pele, deixando o esfumado com acabamento melhor. Esse tipo de sombra deve ter um tom parecido com seu tom de pele, ligeiramente mais escuro, logo cada pessoa terá seu tom ideal. Na maioria das vezes as sombras de transição são produtos que, quando aplicados sozinhos, não aparecem muito e ficam bem discretas. Sombras de transição também podem ser usadas sozinhas, são ideais para o dia-a-dia, quando você não quer usar muita maquiagem e quer destacar um pouco os olhos.

A embalagem, tradicional da marca, tem fecho magnético e a tampa é transparente, o que facilita a identificação da cor. Até o momento, as embalagens das sombras de QDB? resistem bem às frequentes quedas.
A Marrone é um marrom mate bem suave de tom mais quente. Na minha pele, ela fica bem apagado, mas gosto de fazer camadas e usar só ela. Na hora de finalizar o esfumado ela faz a transição de maneira exemplar. Ela esfarela um pouco, mas nada absurdo. Espalha, esfuma e entrega bastante cor.
Até pensei em listar os tutoriais em que usei a Marrone, mas percebi que tenho usado em tantos que perdi a conta! Indico a Marrone para carregar para o resto da vida, pois ela vai servir em 95% de todas as maquiagens que você fizer. Outras opções de sombra de transição é a Cinzele (QDB?) e a Kid (M.A.C.). Acho interessante ter duas sombras de transição, uma de fundo quente e outra de fundo frio, assim você pode decidir qual se encaixa melhor na sua maquiagem.

Por enquanto, eu só tenho a Marrone, mas penso em comprar a cinzele por causa de seu fundo frio. Quanto a Kid, eu já ensaiei comprar algumas vezes, mas sempre acabo desistindo por causa do valor. Por que comprar um produto mais caro se já tenho um parecido que funciona super bem?!

Você já achou sua sombra de transição ideal?

Até mais!

sábado, 26 de dezembro de 2015

Esmalte da Semana: Zeus (Hits)

Oiê!

Espero que o Natal de vocês tenha sido abençoado, com muita união, amor e paz! Momento de se reunir com a família e compartilhar bons momentos juntos! Que esse final de 2015 ainda traga boas energias para todos, assim podemos começar 2016 com o pé direito!

Voltando ao esmalte dessa semana, eu fiquei com vontade de passa um holográfico bem bonito, por isso escolhi o Zeus (Hits). Não foi o esmalte que usei nesse natal, esse fica para um próximo EDS!
O Zeus faz parte da coleção Deuses do Olimpo da Hits, lançada em 2011. Acho que foi a primeira linha de esmalte holográfico nacional de verdade. Dessa coleção tenho 3 esmaltes – Zeus, Apolo e Hefesto. Acabei não comprando mais porque o Hefesto é uma cobertura holográfica, ou seja, ele transforma qualquer esmalte em holográfico! É muito amor!
O vidrinho é o antigo da marca, os quais a tampa é um pouco menor do que o vidro. O pincel é achatadinho do jeito eu adoro. O Zeus é um preto/chumbo holográfico, uma das combinações mais perfeitas entre cor e holografia. A fórmula é boa e o tom fecha bem na segunda camada. O prisma é incrível! Só não tenho habilidade para fotografá-lo...ao vivo ele fica maravilhoso! E vale lembrar que o prisma pode ser potencializado com uma camadinha do Hefesto.
Passei duas camadas e uma de top coat Color Show (Maybelline). Ele perde um pouquinho da holografia, mas nada que tire sua beleza. Seca bem, não costuma dar bolinhas e a duração é boa. Desgaste e lasquinhas só no quarto dia.
Assim como esmaltes de glitter, os holográficos moram no meu coração. Os holográficos só vencem porque tem o acabamento lisinho! Não sei se ainda existe para vender, se tiver, recomendo o Hefesto. O Zeus é lindo, mas se você tiver um esmalte chumbo e passar a cobertura holográfica por cima o resultado será parecido. Além disso, o Hefesto vai te deixar livre para criar as combinações que você quiser! Faz muito tempo que não tenho comprado esmaltes da marca, mas dos que eu tenho e já tive, essa coleção é uma das melhores!

Você chegou a comprar algum esmalte da coleção?

Até mais!

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Tutorial de Natal

Oiê!
Já dá para imaginar que o tutorial dessa semana é muito especial! Sempre que penso no natal a cor ver vem à minha mente, então eu não poderia escolher outra cor. Optei por tons de verde e um shimmer levemente dourado que deu um ar natalino perfeito à maquiagem. Se você ainda não (ou já) decidiu sua maquiagem para mais tarde, venha ver minha sugestão natalina!
Usei os seguintes produtos para preparar a pele:
BaseSuperstay 24h, cor Classic Ivory Light (Maybelline)
Corretivo Líquido, 03 – Claro (Tracta)
NaturalBronzer, cor 021 Sun Light (Rimmel)
Pó Iluminador Facial, cor 02 (Dailus Pro)
Blush,cor Rose Éclat (Bourjois)
Para ampliar o tutorial, clique aqui.
Outra cor que sempre me remete ao natal é o vermelho, então escolhi o batom Red M.A.C. (M.A.C.) para finalizar!
Esse é o resultado final:


É uma maquiagem marcante, do jeito que a ocasião pede! Confesso que minha ideia inicial era um delineado fino, mas sabe como é...às vezes o delineado não colabora com nossa vontade. Mesmo assim, gostei do resultado! O delineador acabou destacando mais a maquiagem. Uma das minhas partes favoritas é a sombra verde da palette da Jasmyne, ela tem um shimmer dourado que realçou a cor. Nesse tutorial fiz o esfumado em diagonal, que deixa o olhar sofisticado. Tenho gostado muito de esfumar dessa maneira.

E você já escolheu sua maquiagem para usar de noite?

Até Mais! Hohoho!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Resenha: Esponja EJ1-25 (Macrilan)

Oiê!

No vídeo de piores de 2015 eu mostrei a esponja da Macrilan, falei um pouco sobre o porquê dela estar na lista, mas estava faltando a resenha. Apesar de já ter mostrado minha opinião negativa sobre o produto, acho legal mostrar mais detalhes por aqui. Não deixe de ler essa resenha, mesmo se você já viu o vídeo!
O site da Macrilan é ótimo em não passar informações – só tem as dimensões e que as cores são sortidas. Normalmente só tenho elogios aos pinceis da marca e foi por causa disso que não pensei duas vezes na hora de desembolsar (algo em torno de) R$15,00. A EJ1-25 tem um formato similar à famosa BeautyBlender. Seu tamanho é bom para o rosto e é fácil de manusear. É daquelas esponjas de látex, as que vem num disquinho dividido em vários triângulos, só que um pouco mais densa.
Não abri a embalagem na perfumaria, mas apertei e achei que fosse macia. Quando fui testar de verdade, percebi que a esponja densa de mais. Ao aplicar o corretivo com o bico é preciso espalhar ao invés de dar batidinhas, o que acaba arrastando muito produto. Para passar base, as batidinhas não funcionam também, além de não espalhar, machuca o rosto. Conclusão: A EJ1-25 está encostada na gaveta...não tenho a menor ideia de como posso usá-la!
Eu estava realmente empolgada em testar esponjas. Tenho ouvido/lido que o acabamento com a Beauty Blender fica excelente. Ainda não quero investir muito, por isso estou buscando as genéricas, a da Macrilan foi a primeira e, obviamente, não deu certo. Por enquanto ainda gosto do kabuki reto para aplicar a base e do cônico para o corretivo. Depois dessa experiência ruim, já tenho um novo parâmetro para escolher a próxima esponja, afinal aprendemos com nossos erros!

Você já testou a Ej1-25? Funcionou com você ou não? Me conta nos comentários!

Até mais!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Esmalte da Semana: Sugar Coated (Sephora)

Oiê!
Na semana da Black Friday eu comprei um kit de 5 mini-esmaltes da Sephora e eles chegaram rapidinho. Não perdi tempo e já comecei a testar os lindinhos. Todos são cremosos de cores básicas, além disso, o vidrinho é fofo! Para começar escolhi o Sugar Coated. Esmaltei com pressa e não ficou a melhor esmaltação do mundo. Como eu tinha quase certeza de que iria ficar ruinzinho, optei por um esmalte clarinho para não chamar atenção. Vem ver essa camadinha de açúcar nas unhas!
A embalagem é ovalada, o vidrinho e a tampa tem o mesmo tamanho e o pincel é achatadinho. Mesmo sendo pequeno não tive problemas para esmaltar. Ao terminar de rosquear você vai sentir uma travinha, o que é ótimo para ter certeza de que seu esmalte está bem fechado.
Como bem sabemos, esmaltes branquinhos levemente translúcidos mancham! Logo dá pra imaginar que o Sugar Coated faz parte desse grupo. Passei duas camadas, a primeira manchou bastante e na segunda a cor fechou melhor, mas ainda fica manchado. Na pressa, optei por deixar assim e não apliquei top coat. A duração não foi nas melhores, mas não sei ser se posso atribuir isso ao esmalte... Passei bem rápido e muitas marquinhas apareceram porque raspei muito as unhas ainda úmidas. Enfim, foi um desastre completo!
O Sugar Coated é um esmalte tipo o Renda (Risqué), ou seja, tem muitas opções no mercado nacional. Gosto de usar esmaltes clarinhos quando preciso de uma unha que não aparente tantos defeitos. Super funciona!

Qual é o seu esmalte clarinho favorito?
Até mais!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Tutorial: Olhar de Verão

Oiê!
Faz tempo que eu estava querendo fazer uma maquiagem iluminada, colorida e bem leve. Um dia vi um vídeo da Lu do Chata de Galocha mostrando uma maquiagem com côncavo laranja, não preciso nem dizer que fiquei super empolgada e me inspirei. Usei coral, marsala e laranja para fazer um olho tão quente e iluminado quanto o sol de verão! Vem conferir o passo-a-passo!
Usei os seguintes produtos para preparar a pele:
BB Cream, cor claro (Marina Smith)
Corretivo de Alta Cobertura, cor 01 (Quem disse, Berenice?)
Anti-spot Compact Powder, cor 02 sand (Essence) – apenas nas olheiras
NaturalBronzer, cor 021 Sun Light (Rimmel)
Para ampliar o tutorial, clique aqui.
Escolhi algo bem atípico para passer nos lábios – GLOSS! Eu queria uma boca apagadinha, mas estava cansada dos mesmos batons nudes, já usei em tantos tutoriais...decidi pelo Fashion Whim (Cremesheen Glass, M.A.C.) que é bem apagadinho e melado.

Mesmo com a boca melada, o resultado é lindo!


Essa maquiagem é para quem quer algo mais, para quem ama brilho e para deixar seu verão ainda mais iluminado! Eu não gosto de gloss, mas sei que muitas meninas adoram e acho que combina muito com o verão. Não sei vocês, mas eu tenho a sensação de que batons mais secos combinam com dias mais fechados – que fique claro que isso não é uma regra e nem sugestão! O que eu mais gosto nesse make é o efeito que a luz dá, parece que o olhar adquire uma beleza diferente, além de chamar a atenção na medida certa. E a pele mais leve ajuda a deixar tudo mais natural destacando o olhar.

E o que você achou desse tutorial?

Até mais!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Televisando: Arrow

Oiê!
No último Televisando eu contei sobre a série do Flash e que por causa dela comecei a assistir Arrow. A série do personagem da DC tem um tom mais sério, porém cativante. Já cheguei na terceira temporada, os episódios vão te envolvendo e quando você percebe, já assistiu uns três episódios de uma vez. No post de hoje vou contar o que estou achando da série, é só continuar lendo!
Sinopse:O jovem bilionário Oliver Queen é dado como morto após um grande naufrágio. Cinco anos depois, ele é encontrado com vida em uma remota ilha do oceano pacífico. Quando retorna para sua casa em Starling, sua mãe Moira, irmã Thea e melhor amigo Tommy dão as boas-vindas, porém, percebem que Oliver mudou.
Enquanto Oliver esconde a verdade sobre quem se tornou, ele tenta desesperadamente amarrar as pontas soltas de sua antiga vida. A mais importante delas é se reconciliar com Laurel Lance, a antiga namorada.
Conforme se reconecta com as pessoas ao seu redor, Oliver secretamente cria Arrow, um vigilante que luta contra os males da sociedade, restaurando a antiga glória da cidade. Porém, o pai de Lauren, Detetive Quentin Lance, está determinado a prender o novo herói. Enquanto isso Moira, a própria mãe de Oliver, esconde informações sobre o naufrágio, se mostrando uma mulher implacável e cruel, trazendo consequências que não podemos nem mesmo imaginar.

A série já está em sua quarta temporada, sendo que as três primeiras estão disponíveis no Netflix.
Achei o começo da primeira temporada meio morna, as coisas não estavam bem esclarecidas, um pouco dramalhento, mas persisti! A verdade é que eu queria ver como o universo do Arrow e o Flash estavam interligados. Da metade pro final, a série ficou bem interessante e me conquistou de vez.  Detalhe: durante a primeira temporada há flashbacks do primeiro ano que o Oliver ficou na ilha.

A partir da segunda temporada é que o Flash (antes de ser Flash) faz sua primeira aparição. No episódio 9, o Barry aparece pela primeira vez e o resto da temporada se passa durante o período que o Barry estava em coma. E foi a partir dessa temporada que o Arrow resolveu usar um disfarce melhor – Não aposentou o capuz, mas trocou a tinta esverdeada ao redor dos olhos por uma máscara! Como estava na segunda temporada, os flashbacks mostram o segundo ano na ilha. Muitos personagens “voltaram da morte” e a trama toma outros rumos.
Ainda estou no começo da terceira temporada, mas dá para pegar algumas coisas. Os flashbacks mostram o terceiro ano em que Oliver esteve “morto” e confesso que fiquei bem confusa. A série está indo para um lado que eu não havia imaginado e muita coisa deve ser explicada até o final. O Flash e outros personagens da série já participaram de alguns episódios e rolam várias referências. O Oliver até faz umas brincadeiras sobre a diferença de abordagem entre ele e o Barry. Isso é muito legal!
Eu, particularmente prefiro o Flash, por ser mais leve. Arrow me deixa tensa demais! Apesar disso, gosto da série, ela consegue te envolver e cada temporada traz um arco diferente que foge do esperado, por isso Arrow consegue me surpreender a cada virada. Uma coisa interessante é que a flecha do logo muda a cada temporada, pelo menos até a terceira temporada isso aconteceu. Eu não conhecia nada sobre o Arqueiro e não sinto necessidade, a série introduz bem o personagem, sua história e suas motivações. Não sei se é fiel à HQ, mas para mim o enredo do seriado me convence. Se você conhece a história das HQs, conta pra mim nos comentários o que você acha da série.

Você já assistiu Arrow? Até qual temporada?
Até Mais!

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Vídeo: Piores de 2015

Oiê!
Já estamos na metade de dezembro e para terminar bem o ano é legal fazer um levantamento das coisas ruins, das boas e das que devemos melhorar. Momento de refletir bastante sobre 2015, um ano que passou voando! Resolvi montar um top 5 dos produtos que não gostei e/ou não funcionaram comigo. Vem descobrir quais são, é só dar o play!
Top 5 dos piores de 2015:
- Dazziling Kiss, da Victoria's Secret
- SilkyGrey e Tropical Dot, da Color Pop
- Esponja, da Macrilan
- Blush glitter cremoso, da Colormake
No dia em que gravei, estavam fazendo reforma em algum lugar do prédio, por isso ficou com ruído...além disso, exagerei um pouco nas repetições, foi mal!

O fato desses produtos não terem funcionado comigo não quer dizer que não vão funcionar com você. Que bom que todos temos nossas diferenças, gostos e opiniões, né?! Por isso, conta para mim se algum desses produtos funciona com você, vou adorar saber!

O próximo vídeo será sobre os produtos que conquistaram meu coração, um top 5 dos melhores de 2015. Para não perder o vídeo, assine o canal e me siga nas redes sociais (Fb, Twitter, Insta, Snap).

Já montou sua listinha de piores produtos?

Até mais!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Resenha: Mascavo (Dailus PRO)

Oiê!

Fazia tempo que eu não mostrava batons líquidos da Dailus. A linha está enorme, é só piscar o olho para perdermos os novos lançamentos! O último que comprei foi o Mascavo, uma cor invernal apaixonante. Não é dos mais recentes e pude comparar a fórmula dos primeiros com ele, pois dizem que mudaram um pouco. Continue lendo para saber mais sobre o Mascavo e se apaixonar!
Segundo a Dailus: “Produto inovador! Fórmula que proporciona alta cobertura com efeito matte. Cores fortes que definem os lábios. Secagem rápida.


Pelo que vi na loja virtual da marca, a coleção já tem 30 cores e custam R$19,78, mas já encontrei mais barato em outras lojas. Eu já tenho o Plié, o Basque, o Ballet e o Meia Ponta.
Não vou me alongar muito sobre a embalagem porque ela é a mesma de sempre: compacta, resistente e com aplicador tipo gloss.

O Mascavo é um marrom arroxeado ou um roxo desbotado...não consigo descrever. É, simplesmente, uma cor única. É uma tonalidade com a cara do inverno, mas totalmente usável no verão. Fica lindo com olho mais carregado ou bem iluminado. Sim, é um batom colorido que se encaixa em várias combinações. Sempre que passo tenho a sensação de que o Mascavo destaca meus olhos, além de dar um contraste interessante com minha pele – acho que é por causa da tonalidade mais fria da minha pele e do batom.

Uma amiga perguntou se ele era parecido com o Marsala e eu acho que não, pois o Mascavo tem um fundo arroxeado e o Marsala parece ter um fundo terroso. Infelizmente não tenho o Marsala para comparar.

Notei que a fórmula está um pouco mais rala dos que os primeiros, mesmo assim, a pigmentação continua boa. Consigo aplicar com uma camada, mas é preciso um pouco de paciência e cuidado pois a cor mancha um pouco. A secagem e duração continuam igual – bem rápida e aguenta uma refeição sem muita gordura e sem esfregar. 
O Mascavo é uma daquelas cores que você pode levar para vida toda, daqui a pouco ele vai começar a se passar sozinho dos meus lábios! É a minha cor quando quero um batom chamativo e fugir dos clássicos. Antes de terminar quero deixar registrado que o Mascavo não tem cor de açúcar mascavo, passa bem longe!

O Mascavo também conquistou seu coração?

Até Mais!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Esmalte da Semana: Dani (Rivka) + Aurora Boreal (Top Beauty)

Oiê!
Não satisfeita com o glitter da semana passada, fui atrás de mais brilho. Logo pensei num dos meus esmaltes favoritos – na verdade é uma linha, a Ultimate 3D (Top Beauty). Escolhi o Aurora Boreal e por baixo o Dani (Rivka). Optei por uma versão ombré facílima de fazer e que não precisa de outros utensílios. Te convido para ver um pedacinho do céu nas minhas unhas dessa semana!
O Dani pertence à coleção St. Tropez da Rivka., que deve ter sido lançada em 2011. É um azul claro que é fácil de passar e mancha muito pouco, o que é quase um milagre se tratando dessa tonalidade. Ele tem um shimmer rosado que dá um toque especial ao esmalte. Ele é bem discreto e mal aparece na unha, mas deixa um efeito bonito, realçando o azul.

Já o Aurora Boreau é um glitter holográfico (preciso dizer mais alguma coisa?) da linha Ultimate 3D da Top Beauty, uma linha que vive no meu coração pela qualidade, preço e beleza. Tenho outros esmaltes da coleção e é um mais lindo do que o outro. Deve ter sido lançado em 2011 também...não me recordo. A base do Aurora Boreal é azul claro e os glitteres são desse tom com holografia. Numa pincelada vem bastante glitter e com umas 3 camadas para cobrir a unha toda, sem passar uma cor por baixo. Sério, é muito amor em um vidrinho só!
Para fazer esse ombré, primeiro passei duas camadas do Dani. Depois apliquei uma camada do Aurora só na pontinha, como se fosse uma francesinha, em seguida comecei a aplicação um pouco mais em abaixo e assim por diante até cobrir a unha toda. O truque é que a ponta fica com mais camadas do que a base, deixando uma transição suave. Essa técnica funciona com quase todos os glitteres. Depois de quilos de brilho holográfico, finalizei com uma camada do top coat Color Show (Maybelline).
A duração foi ótima, o desgaste das pontinhas apareceu no quarto dia e não vi lasquinhas. Glitter (bom) aumenta muito a duração do esmalte e é um inferno para remover. Mas acho que me preparei bastante psicologicamente e não sofri na hora de tirar o esmalte, foi ótimo!

Você conhecia essa linha Ultimate 3D?

Até mais!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Tutorial: Sugar Plum Fairy

Oiê!
Encerrada a temporada de apresentações de ballet, é hora de mostrar mais uma maquiagem de palco. Dancei um solo, onde representei a Fada Açucarada (Sugar Plum Fairy, em inglês) do “O Quebra Nozes”. Escolhi a combinação de cores baseada na minha fantasia, com muito rosa e detalhes em dourado. É uma maquiagem clássica de palco, ou seja, bem feia de perto! Mas no final você vai entender o efeito dela no palco. Então não deixe de conferir o passo-a-passo e o resultado final!
Usei os seguintes produtos para preparar a pele:
StudioFix Fluid, cor NC20 (M.A.C.)
- Corretivo Intense, cor 03 (O Boticário)
- Super Natural UV-Block, cor Claro 02 – Natural (Maybelline)
Corretivo de Alta Cobertura, cor 01 (Quem disse, Berenice?)
- Pó compacto, cor Chocolate (Max Love)
- Blush do Kit Blush V211 (Jasmyne)
Pó Iluminador Facial, cor 02 (Dailus Pro)
- Lápis de sobrancelha, cor Cinzel (Quem disse, Berenice?)
Para ampliar, clique aqui.
Nos lábios, não quis fugir muito das cores escolhidas. Passei o Basque (Dailus), um rosa que chama a atenção e que aparece de longe.
E o resultado final não é muito bonito de perto, mas de longe...Só vendo para entender!


A apresentação foi maravilhosa e a maquiagem estava perfeita para a ocasião. O bom da maquiagem de palco é que ela não precisa ser perfeitinha, o que te dá uma certa segurança na hora de fazê-la – principalmente no delineado. É o momento para se soltar e deixar a imaginação fluir! Ah...e é hora de escolher os produtos certos, com alta duração e cobertura para tudo ficar no lugar, mesmo com o suor.

Apesar de ser uma maquiagem de palco, dá para você adaptar e usá-la para uma festa. A combinação de cores é quase um clássico!

Já pensou em quais adaptações você faria?

Até mais!

Marque suas fotos com #PerspectivaLaranja e apareça por aqui!