terça-feira, 10 de novembro de 2015

eSPlorando: Tour Corinthiano

Oiê!

Acho que de todos os posts do blog, este é o mais difícil de escrever. Esses dias fui conhecer o novo estádio do Corinthians, o Itaquerão ou Arena Corinthians com o André. Para um Corinthiano é um momento legal, agora para uma palmeirense que não liga para futebol é só um estádio, mas foi primeiro que conheci! Depois de ir ao estádio, eu e o André terminamos nossa manhã de passeio no Parque São Jorge, onde fica o museu do Corinthians. O eSPlorando de hoje deixa o laranja de lado para falar um pouco de dois pontos preto e branco da cidade.
Numa manhã de sábado, decidimos passear pela cidade. Como o André ainda não conhecia o Itaquerão e eu nunca tinha ido à um estádio, definimos nosso destino. Pegamos o metrô na estação Alto do Ipiranga (linha verde) sentido Vila Madalena. Chegando na estação Ana Rosa fizemos a baldeação para a linha azul e seguimos em direção à estação da Luz, onde trocamos o metro pelo trem. Existe duas maneiras de chegar à Itaquera - pela linha vermelha do metro e pelo trem (linha 11-Coral), a diferença é que o trem faz menos paradas do que o metro, por isso foi nossa opção.
Dá para ver a Arena da plataforma do trem! E perto do estádio tem esse muro com um mapa mundi invertido.
Descemos na estação Itaquera e ao sair da estação já é possível ver a Arena. É preciso dar a volta para chegar às entradas, mas é uma caminhada curta, de 5-10 minutos. Como não tinha jogo, o estádio estava fechado e não conseguimos entrar. Por fora deu para ver algumas coisas e achei o estágio enorme – tá, minha noção de tamanho não vale muita coisa porque nunca entrei num estádio...
Dentro do museu - Alguns troféus, as fotos anuais do time e os ídolos.
Como só vimos a Arena por fora, voltamos para a estação e decidimos ir até o Parque São Jorge. Pegamos o trem em direção à estação da Luz e descemos na estação Tatuapé. Junto a estação há dois shoppings interligados e foi lá que fizemos nossa parada para um lanchinho. Olhamos no mapa e decidimos ir caminhando do shopping até o Parque. A caminhada foi maior, levamos uns 20-30 minutos.
Várias camisas autografadas, bolas e faixas. Destaque para a bola QUADRADA feita em Portugal (sou portuguesa, mas não resisti: Tinha que ser coisa de português!). Por fim, um pouco da parte dedicada á democracia corinthiana.
No Parque São Jorge fica o Clube Corinthians e o museu está logo na entrada. Compramos os ingressos na hora e não pegamos fila. A visita dura mais ou menos uma hora e conta a história do time de futebol e do clube. Tem uma parte dedicada aos principais ídolos do time e uma parede com fotos do time ano a ano desde a inauguração. É legal ver como o uniforme e o perfil dos jogadores mudaram ao longo dos anos. A visita acaba na sala dos troféus – primeiro tem os principais troféus que o time de futebol ganhou e depois tem os que o clube ganhou em várias modalidades. É claro que a saída do museu é na loja do Corinthians. Acho que é a maior loja Poderoso Timão que eu vi. Além de grande tem uma variedade bacana de produtos. O preço é tabelado, então não vi muita vantagem.
Os troféus dos dois mundiais ficam em destaque no museu.
Na hora de ir embora, pensamos em pegar um ônibus, mas decidimos ir andando até a estação Carrão do Metrô (linha vermelha), a caminhada não foi curta, levamos uns 20 minutos, mas foi bem tranquilo.
A sala dos troféus do time de futebol.
E esse foi o nosso tour corinthiano – o André não gosta desse nome, mas eu acho que é a melhor definição! Não é meu tipo favorito de passeio, mas são dois lugares obrigatórios que todo corinthiano deve conhecer! O museu e realmente legal, claro que o foco é o Corinthians, mas tem um contexto histórico que vale a visita mesmo para quem não é torcedor. É mais de um século de história – do Corinthians, da cidade e do país!

Você já conheceu o Itaquerão? E o Parque São Jorge?


Atá Mais!

Um comentário:

Marque suas fotos com #PerspectivaLaranja e apareça por aqui!