terça-feira, 5 de maio de 2015

De Malas Prontas: Florianópolis e comprinhas

Oiê!
Para comemorar nosso aniversário de casamento, eu e meu marido planejamos uma viagem curta, passamos o final de semana em Florianópolis (SC), um lugar que não conhecíamos. Agora conto o roteiro que fizemos e minhas impressões sobre a ilha!
Saímos de São Paulo no sábado, dia 25, pela manhã. O vôo até Floripa é curtinho, em torno de 50 minutos, aterrissamos na ilha um pouco antes da 10:00. Não despachamos nenhuma mala, então foi só desembarcar e pegar o carro que alugamos.

Começamos nosso roteiro indo até Campeche, foi a primeira praia da ilha que conhecemos. Ficamos alguns minutos e tiramos algumas fotos. A praia estava super tranquila e gostei bastante da vista.

A segunda parada foi na Praia dos Ingleses, porém não fomos passear na praia, aqui fizemos a nossa parada gastronômica. Escolhemos o restaurante Paixão de Verão e ficamos em uma mesa com vista para a praia. A comida estava deliciosa! Meu marido escolheu a sequência de camarão e eu fiquei com uma alcatra grelhada, ah, o restaurante permite a escolha de meio prato, o que foi perfeito!

Depois do almoço, seguimos viagem até a Barra da Lagoa, onde fica o projeto Tamar, é muito legal conhecer o trabalho do projeto, assim, o que é aberto para  público é bem simples, mas o trabalho de todos os profissionais envolvidos é muito legal. Vários colegas de faculdade estagiaram no projeto e gostaram muito da experiência. Na base de Floripa, há alguns tanques com tartarugas e muitos cartazes explicativos, vale muito a pena conhecer e ajudar o projeto.
Continuamos nosso roteiro em direção à Canasvieiras, onde fica o hotel que escolhemos para passar a noite. Chegamos lá pelas 15:00 no Palace Praia Residence. Nos instalamos e nos arrumamos para caminhar na praia. Foi ai que eu descobri que meu biquíni havia derretido! Sim, a costura de elástico do biquíni estava derretida e me deixou toda manchada! Tudo bem que o biquíni tinha uns 8 anos, mas nunca vi a costura derreter, ainda mais sem ter ficado no sol quente por muito tempo... Enfim, fui atrás de uma loja que vendesse apenas a parte de baixo do biquíni, apesar de muitas lojas estarem fechadas, encontrei uma e comprei por um preço bem em conta.

Problema resolvido, fomos caminhar na praia. Linda! O sol estava começando a se pôr, o tempo estava super agradável, mas a água do mar estava super gelada, parecia que eu estava colocado meus pés em um balde de gele derretido!! Quando cansamos da praia, voltamos para o hotel, que ficava praticamente na praia. A melhor parte eram as espreguiçadeiras que ficavam em um deck de frente para o mar... Ficamos lá até o sol se pôr! Foi lindo! O barulho do mar, o céu alaranjado... tem coisa mais maravilhosa?!
Esse pôr-do-sol merece uma foto do dele! São momentos assim que ficam guardados no coração!
Depois de tanta beleza natural, resolvemos sair para jantar, escolhemos um restaurante na rua do hotel, o Jardim Mediterrâneo. Comemos camarão empanado (sim, eu comi um pouco, mas não é uma comida que me agrada) e meia porção de fillet mignon com aipim frito (estava uma delícia). Ainda deu tempo de darmos um passeio pela cidade, percebemos que algumas lojas que estava fechadas durante a tarde estavam abertas. Encontramos um fliperama e jogamos um pouco, foi bem divertido!

No dia seguinte, acordamos cedo para aproveitar a manhã, o que nos permitiu assistis um pouco do nascer do sol, tá... não vimos o nascer propriamente dito! O que importa é que o dia estava lindo e quente, ótimo para aproveitarmos!
Passeamos pela praia novamente e ficamos um pouco na piscina do hotel (que também era super gelada, não consegui entrar). Às 11:00 fizemos o check-out e seguimos viagem!
A próxima parada foi em Jurerê, mas tiramos algumas fotos na praia e logo seguimos para a Fortaleza de São José da Ponta Grossa. Ainda em Jurerê, tentamos encontrar em algumas sorveterias, mas muita coisa estava fechada, inclusive restaurantes.

A Fortaleza de São José da Ponta Grossa faz parte triângulo defensivo no norte da ilha e foi construído em 1740. Ficou bem deteriorado, mas a cidade restaurou o local e hoje é aberto à visitação. É bem interessante, além disso, a vista que se tem do mar é maravilhosa!
A fome já estava batendo, então fomos para Santo Antônio de Lisboa. Todo mundo que não estava nas praias estava por lá! Já tínhamos pesquisado sobre restaurantes na região e escolhemos o restaurante português Marisqueira Sintra. O restaurante estava bem cheio, mas conseguimos uma mesa sem termos que esperar, porém a comida demorou bastante. Pedimos uma salada de entrada, meu marido escolheu a Espetada de Camarão e eu escolhi o Filé ao Cheiro de Pimenta Rosa, de sobremesa, pedimos pasteis de nata (depois que se come o pastel de nata original, os outros são só os outros...)! Os pratos estavam bem gostosos e mesmo a porção sendo individual, elas são bem servidas, é coisa de português, nunca pode faltar comida! Uma coisa que achei legal no restaurante foi que os donos estavam lá, a chef brasileira e seu marido português, ambos com as mãos na massa! Quando vi o dono trabalhar, me lembrou muito meu pai trabalhando na padaria!!

Saímos de Santo Antônio e fomos para o centro de Floripa. Prédios, carros, semáforos, shopping...Coisas de uma cidade grande - mas ainda sim, bem mais tranquila do que São Paulo! A primeira parada no centro foi no Museu Histórico de Santa Catarina. Depois fomos ao Parque da Luz e caminhamos em direção à  Ponte Hercílio Luz.
Passamos rapidamente no Shopping Beira Mar, uma parada estratégica para ir ao banheiro, tomar um sorvete e usar o wifi (meu celular ficou sem sinal a viagem inteira, praticamente).Depois vimos que havia uma feirinha na orla, então fizemos nossa última parada! Caminhamos pela orla, visitamos a feirinha e sentamos na grama para ver o mais um pôr-do-sol maravilhoso! O céu bem dourado, fechou nosso final de semana com chave de ouro!
Mais um momento para guardar no coração! Juro que é a última foto do pôr-do-sol deste post!
Devolvemos o carro, fomos para o aeroporto e lá pelas 19:20 embarcamos. Aterrissamos em São Paulo umas 20:15 e chegamos em casa rapidinho! E esse foi nosso final de semana maravilhoso de comemoração das bodas de papel!!

Aposto que vocês querem saber das comprinhas que eu fiz... elas não foram nada empolgantes... na verdade, não saímos ara fazer compras, logo, não tenho muita coisa para mostrar!

Basicamente são 3 itens:
* Camiseta Projeto Tamar (R$47,90): Compramos coisas no Tamar porque o dinheiro é revertido para o projeto, então é um jeito legal de ajudar e levar uma lembrança! Bati o olho na camiseta por causa da cor (jura?!), na primeira olhada achei sem graça, não tinha nada do projeto, porém, quando vi as costas, me apaixonei! A estampa tem tartarugas com o casco estilizado, parece uma mandala! Lindo!!

* Calça do Biquíni (R$25,90): Como disse aqui no post, comprei na emergência! Preto, básico e espero que dure mais uns 8 anos! Haha!

* Ponte Hercílio Luz (R$12,00): Estávamos meio decepcionados por não ter comprado nada para decorar a casa, uma pequena lembrança que simbolizasse Floripa e nossa viagem. Como chegamos um pouco cedo no aeroporto, olhamos as lojinhas e achamos a miniatura da ponte por um preço aceitável, era a última chance, então compramos.
As comprinhas não foram empolgantes, mas o final de semana foi perfeito! Adorei conhecer Floripa, uma cidade linda! A melhor parte é que tudo estava bem vazio, fomos entre dois feriados, então foi ótimo! A qualidade de vida em Floripa é muito boa, dá até vontade de mudar para lá!!

Você já conhece Floripa? Me conta o que achou da cidade, o que fez por lá!

See Ya!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque suas fotos com #PerspectivaLaranja e apareça por aqui!