sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Ma cuisine d'orange: Pavlova de Frutas Vermelhas

Outro dia eu estava assistindo Junior Master Chef Australia e o episódio focou em uma sobremesa tradicional da Australia, a Pavlova. Eu fiquei com muita vontade de experimentar, então fui atrás de uma receita. Existem várias na internet, no final, escolhi a receita que estava na folha online.

Mas não bastava procurar a receita, eu fui procurar a história do doce, pois era muito estranho uma sobremesa de nome russo ser uma sobremesa tradicional australiana! A Pavlova foi criada em homenagem à bailarina russa Anna Pavlova após sua viagem à Austrália e Nova Zelândia. A criação da sobremesa é motivo de discussão entre os dois países. É muito comum a Pavlova ser servida nas ceias de natal no dois países.

Fiz para um almoço de domingo com a família, que aprovou o resultado! Virou a minha especialidade, agora vou fazê-la para as festas/encontros de família!
 
Infelizmente não tenho as fotos passo-a-passo. Eu vou fazer a pavlova para os dias dos pais, então irei prepara-la amanhã (sábado), como não fiz nenhuma pavlova nesse meio tempo, terei que usar as imagens da primeira que eu fiz.

Vamos à receita? Papel e caneta na mão (ou simplesmente um printscreen da tela)!

Ingredientes:
  • 6 unidades de claras em temperatura ambiente
  • 1 pitada de sal
  • 350g de açúcar
  • 1 colher (chá) de amido de milho
  • 1 colher (chá) de vinagre

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180 °C. Forre uma forma redonda de 20 cm com papel-manteiga.

Coloque as claras com o sal em uma tigela limpa e seca, de vidro ou metal, e bata até formar picos macios (isso quer dizer, bata até ficar consistente e ficar pontudo tira o batedor na massa). Sem parar de bater, adicione 1 colher (sopa) de açúcar de cada vez, até que o merengue fique liso e brilhante. Adicione então o amido de milho e o vinagre e bata mais um pouco.

Espalhe o merengue na forma e alise, formando um círculo. Leve ao forno por 5 minutos, depois reduza a temperatura para 140 °C e asse por mais 1 hora e 15 minutos ou até que a parte externa esteja quebradiça. Então, quando eu fiz, eu tive que deixar mais tempo pois achei que iria quebrar a casquinha, mas isso não acontece, o que aconteceu foi escorrer pelo papel um caramelo. Dessa vez irei deixar o tempo indicado.


 Espere esfriar completamente, depois transfira para um prato de servir. Como eu fiz na noite anterior, eu deixei na forma, cobri com um pano de prato e fui dormir.

No dia seguinte eu desenformei, e por causa do caramelo, o papel manteiga grudou e o doce acabou ficando mais quebrado do que eu esperava. Deixei reservado enquanto fiz a cauda de frutas vermelhas (ou Coulis de Morango e Amora).

Ingredientes:
  • 1 caixa de morangos
  • 1 caixa de amora
  • Água
  • Açúcar (opcional)

Modo de preparo:
Coloque os morangos e as amoras em uma panela, adicione a água e o açúcar para dar consistência. A quantidade de água vai depender da quantidade de fruta, a medida é totalmente à olho e você pode ir adicionando água aos poucos, assim você achará a consistência que você desejar. Deixe ferver e mexa constantemente. Com a colher, amasse as frutas. Continue até virar uma calda.

Depois de esfriar, coloque a calda sobre a Pavlova e pronto! Pode degustar!!

Um conselho: Não coloque a calda muito tempo antes de servir, pois isso fará com que a casca externa fique mole e não crocante. O ideal é colocar a calda na hora de servir.

Uma dica, ao invés da calda de frutas vermelhas, você pode colocar qualquer coisa por cima. Tem receitas que se colocam merengue com frutas, outras são só as frutas, enfim, use sua imaginação! Mas lembre-se que a sobremesa é bem doce, então fica mais gostoso usar ingredientes mais azedos e ácidos para equilibrar o sabor.

O dia dos pais é só no domingo, corre que ainda dá tempo de preparar esse sobremesa deliciosa para o seu pai, ele merece não é?!?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque suas fotos com #PerspectivaLaranja e apareça por aqui!